BRAZIL NIL NEWS

Ícone

News from Brazil

O carro mais veloz do mundo

Expectativa é que Bloodhound SSC atinja 1,6 mil km/h em 45 segundos

 

Um time de engenheiros britânicos anunciou nesta semana o início dos trabalhos para a construção daquele que pode se tornar o carro mais veloz do mundo. A expectativa é que o Bloodhound SSC atinja 1,6 mil km/h.

De acordo com o anúncio, o chassi do carro, feito de treliça de aço, terá que suportar 21 toneladas de empuxo combinado – algo como 133 mil cavalos.

A propulsão será feita por dois foguetes instalados na parte traseira do carro, o Eurojet EJ200, usado no caça Typhoon, e o Falcon. Juntos, eles são capazes de realizar uma pressão de 13 toneladas por metro quadrados ou de suspender uma carga de 30 toneladas.

Com isso, a expectativa é que o carro atinja os 1,6 mil km/h em apenas 45 segundos.

De acordo com os engenheiros, o projeto não é apenas um desafio de propulsão, mas também de aerodinâmica, uma vez que o carro pode se partir durante o lançamento.

O teste de velocidade deve acontecer em um lago seco, na África do Sul, no ano que vem. O piloto da aeronáutica Andy Green deve conduzir o bólido. O atual recorde de velocidade é de 1 228 km/h.

Arquivado em:Carro, , ,

GM projeta o terceiro turno para Gravataí

A General Motors (GM) do Brasil poderá implantar o terceiro turno na unidade de Gravataí, a partir de 2009, quando a capacidade de produção na fábrica chegará ao limite de 240 mil unidades por ano. O vice-presidente da GM, José Carlos Pinheiro Neto, esclareceu que o mercado definirá a estratégia da empresa. ‘Quem dará a sinalização será o mercado consumidor. Atualmente, a unidade de Gravataí opera em dois turnos. A fábrica gaúcha seriá a terceira a operar à noite, como ocorre em São Caetano do Sul e São José dos Campos. O executivo da GM foi o palestrante da reunião-almoço Tá na Mesa, da Federasul, onde falou para empresários e lideranças políticas do Estado.

Neto destacou o bom momento do setor. Em Gravataí, a produção saltou de 129 mil, no ano passado, e deverá encerrar 2008 com 225 mil unidades produzidas. Este bom desempenho segue os índices positivos registrados nacionalmente pela empresa, resultado que leva a GM a transferir recursos para a matriz, nos Estados Unidos. Sobre cortes de gastos e demissões nas unidades dos EUA e do Canadá ocorrerem também no Brasil, o executivo descartou a possibilidade ao ressaltar que a previsão de faturamento da GM para este ano é de cerca de R$ 12 bilhões.

CP

Arquivado em:Carro, emprego, GM, Gravatai, negócios

O mais caro do mundo: US$ 7,8 milhões

Criado para ser utilizado como carro-teste para um pneu da marca Fulda, o único exemplar existente do Maybach Exelero teve seu valor avaliado em US$ 7,8 milhões, o que faz com que o automóvel seja o mais caro do mundo.

O Exelero foi feito sobre a plataforma (base de montagem) do modelo 57 da Maybach, já que a Fulda precisava de um bólido que ultrapassasse a marca dos 350 km/h para testar o pneu de altas velocidades.

Para isso, a montadora equipou a máquina com um motor V12 de 5.9 l, capaz de produzir 700 cavalos de potência. O resultado foi mostrado em Nardo, na Itália, quando o carro atingiu 351 km/h, tornando-se, segundo a empresa, a limusine mais veloz com pneus de produção comercial.

A parceria entre a Maybach e a Fulda começou na década de 1930, quando a montadora criou um veículo especial para testes de pneus.

O valor de US$ 7,8 milhões é equivalente à toda produção do Bugatti Veyron Pur Sang, que teve cinco automóveis construídos, a um preço de US$ 1,5 milhão cada. O Exelero foi apresentado pela primeira vez em 2005, no Salão do Automóvel de Frankfurt.

Terra Autos

Arquivado em:Carro, Carro mais caro do mundo

Nova fábrica da Toyota será em Sorocaba


Depois de muitas idas e vindas – incluindo visitas a cidades em dez Estados promovendo uma espécie de leilão -, a diretoria da montadora japonesa Toyota acabou escolhendo Sorocaba, no interior de São Paulo, para abrigar sua nova fábrica de carros no País.

Serão criados cerca de 2,5 mil empregos e o início das operações está previsto para 2010. Executivos da empresa dizem que ali será fabricado um modelo de pequeno porte, porém não popular. As apostas são de um compacto premium, na faixa de R$ 35 mil. Há quem fale em preços mais baixos, já que a intenção é produzir cerca de 200 mil unidades ao ano, como o Gol e o Palio. O carro também será exportado.

O investimento deve ficar entre US$ 750 milhões e US$ 1 bilhão, incluindo a fábrica de motores. A Toyota tem uma unidade em Indaiatuba (SP) inaugurada há dez anos, que atualmente produz o sedã Corolla e a perua Fielder. Em São Bernardo do Campo (SP), mantém uma linha de componentes, antes responsável pela produção do jipe Bandeirante. Foi a primeira fábrica da Toyota fora do Japão, instalada há 50 anos.

AE

Arquivado em:Automóveis, Carro, Fábrica da Toyota, Toyota

%d blogueiros gostam disto: